Circular Campina-Cidade Velha

34034016_376402499538379_2984411519443271680_n

Edição de Junho de 2018

Neste domingo, 3, o Laboratório da Cidade (LdC) volta à programação do Projeto Circular. Em sua segunda participação, o LdC dobra também os pontos de intervenção: agora além da travessa Felix Rocque, o grupo também se voltará para o largo de São João. O objetivo da ação é propor à sociedade a reflexão sobre como os dois locais hoje são subutilizados pelo povo de Belém – e o que pode torna-los mais atrativos. A programação do LdC terá início pela manhã no largo de São João e à tarde na Felix Rocque, com música, oficinas, arte, esporte e lazer.

Laboratório da Cidade, Associação dos Microempreendedores da Passagem do Carmo e Verde Cidadão

Local: Largo do São João

Praça de alimentação com café da manhã e almoço, graffiti ao vivo com Almir Trindade e Dedé Farias e rua pintadinha – para a criançada desenhar a rua dos seus sonhos o dia inteiro.

9h às 10h – Inscrições para a Escola Bike Anjo

9h às 11h – Iniciativa de coleta seletiva da Cidade Velha

9h às 12h – Verde Cidadão e revitalização do Largo de São João

10h às 16h – Visitação à capela de São João

10h às 12h – Vem aprender a pedalar com a Escola Bike Anjo

10h às 12h – Brincadeiras de Rua

15h às 16h – Oficina de conforto para ciclistas mulheres

16h às 17h – Música ao vivo com Messias Lyra e Armando Hesketh

17h às 18h – Quadrilha Junina com DJ Faca

Laboratório da Cidade e Caruana’s Vaa

Local: Travessa Felix Rocque

Se Essa Rua Fosse Tua a tarde inteira.

15h30 e 16h30 – Canoas Havaianas

17h – Música de Marcel Barreto ao pôr-do-sol

IMG-20180408-WA0039

Edição de Abril de 2018

O Laboratório da Cidade estará neste domingo pela primeira vez na programação do Circular, mais precisamente na Travessa Félix Rocque com Rua Siqueira Mendes, coração da Cidade Velha. A atividade, intitulada “Se Essa Rua Fosse Tua”, faz uma provocação aos munícipes de Belém e acende o debate sobre a participação dos cidadãos nas mudanças da cidade. Para te ajudar a decidir, o LdC vai ofertar atividades diversificadas: saída fotográfica, oficinas, exibição de filmes, aulas de canoagem e shows. Se interessou? Basta chegar junto, a partir das 7h30, que a rua é sua.

O Laboratório da Cidade é um Think and Do Tank, que busca repensar nossa cidade elaborando projetos que busquem espaços urbanos mais humanizados, democráticos e sustentáveis. Para isso, utiliza estratégias como Placemaking, Urbanismo Tático e Acupuntura Urbana, com trabalho voluntário e colaborativo.

“O projeto circular presta um serviço de extrema importância para a cidade de Belém, traz benefícios sociais ao valorizar nossa cultura, benefícios econômicos ao dinamizar a economia cultural e valorizar os estabelecimentos do centro e benefícios ao espaço urbano, ao valorizar nosso patrimônio histórico. Tudo isso de forma colaborativa, criando uma rede de instituições, estabelecimentos comerciais e organizações sem fins lucrativos, unindo forças e multiplicando os resultados. É uma honra para todos que fazem parte do Laboratório da Cidade poder participar de um projeto como esse. Esperamos poder contribuir com o projeto por bastante tempo”, diz Lucas Nassar, coordenador Laboratório das Cidades.

Seguindo essa lógica propomos uma intervenção urbana na Travessa Félix Rocque com arte, música, educação, esporte e lazer. O início será às 7h30, com a saída fotográfica conduzida pelos parceiros do Belém Photos, alinhados na ideia de valorizar a cidade. Nesta caminhada, o instrutor Lucas Ohana vai nos conduzir pela Cidade Velha e nos instigar a responder duas perguntas: como enxergamos Belém e o que de fato conhecemos de nossa cidade?

E se em Belém os rios são ruas também, que tal ocupar a orla da cidade de um jeito diferente? A partir de 8 horas haverá atividades de Va’a, popularmente conhecida como canoa havaiana, promovidas pelo clube Caruanas Va’a. “A ideia é circular pelo centro histórico a partir de uma perspectiva diferente”, explica Larissa Noguchi, uma das fundadoras do clube.

Para pensar mais sobre a cidade que vivemos e as mudanças que podemos encontrar nela, haverá três sessões da oficina “Te Enxerga Belém”, nesta ocasião com o tema “Se Essa Rua Fosse Minha”. A oficina fará um trabalho específico no Centro Histórico, discutindo a imagem do local e sua acessibilidade, perpassando pelo conceito do Urbanismo Tático para finalmente tentar responder: e se essa rua fosse minha?

No início da tarde o papo vai ser cinema: às 13h50 está prevista a exibição do documentário “Cidadã Jane: A Luta Pela Cidade”. A película será exibida no Fórum Landi.

O filme fala sobre a vida da lendária escritora e ativista urbana Jane Jacobs, que lutou para salvar bairros históricos de Nova York a partir dos planos de remodelação do implacável Robert Moses, na década de 1960.

E, quando o sol começar a se pôr sobre a baía, será a hora de contemplar a beleza natural da nossa cidade ao som do guitarrista Marcel Barretto.

 

Serviço:
Laboratório da Cidade: Se Essa Rua Fosse Tua?
Programação:
7h30 – Saída Fotográfica com o Belém Photos
Circular pela Água com Caruanas Va’a

8h (sentido Portal da Amazônia)
10h (sentido Ver-o-peso)
15h (sentido Ver-o-peso)

9h/11h/16h – Oficina Te Enxerga Belém / Se Essa Rua Fosse Tua

13h50 – Cinema com exibição do documentário “Cidadã Jane: A Luta pela Cidade” (Forum Landi)

17h – Pocket show com Marcel Barretto

WhatsApp Image 2018-04-03 at 15.10.41 (1)