Conheça os 5 finalistas do prêmio WRI para Cidades

Grandes mudanças podem começar com pequenos projetos

O que é um projeto transformador? Essa é a pergunta que norteia o prêmio “WRI Ross Prize For Cities”. Focado em projetos que que gerem mudanças na forma e função de economias urbanas, meio ambiente e comunidades, o prêmio busca projetos que “abram nossos olhos para novas possibilidades ao superar gargalos, gerar investimentos ou ao oferecer novas abordagens para solução de problemas”.

O processo de seleção se iniciou em fevereiro de 2018, teve mais de 200 projetos inscritos de 115 cidades do globo (com um destaque especial para Fortaleza que inscreveu nove projetos). Neste mês foram anunciados os cinco finalistas, o resultado final sai em fevereiro de 2019.

Dentre os finalistas temos um representante da América Latina (Medellín), dois na África (Durban e Sallam) e dois na Ásia (Eskisehir e Pune). Dois projetos executados pelo poder público, e três projetos coordenados por ONGs.

Eis os finalistas:

Projeto de Desenvolvimento urbano de Eskisehir, Turquia

A prefeitura criou uma rede de projetos de infraestrutura natural que restaurou um rio altamente poluído e melhorou os espaços verdes públicos em grande escala, integrando-se perfeitamente a uma nova rede de bondes elétricos.

A GRANDE IDEIA: Intercalar espaços verdes e redes de transporte eficientes criam uma área urbana mais habitável e resiliente.

IMPACTO DE MUDANÇA DE VIDA: Melhoria da vida diária dos residentes, proporcionando maior acesso ao espaço verde e transporte sustentável, enquanto impulsiona significativamente a economia.

REVERBERAÇÕES: catalisou novos investimentos e iniciativas, incluindo o primeiro Plano de Mobilidade Urbana Sustentável da cidade.

Metrocable de Medellín, Colômbia

Teleféricos que ligam bairros periféricos ao sistema de transporte público de alta capacidade que reduziu os tempos de viagem,expandiram as oportunidades econômicas e contribuíram para uma queda acentuada nos crimes violentos.

A GRANDE IDEIA: Conecta comunidades geograficamente isoladas e marginalizadas, ao centro da cidade, por meio de trânsito aéreo inovador que redefine a concepção dos moradores das fronteiras da cidade.

IMPACTO EM MUDANÇA DE VIDA: Redução dos índices de criminalidade, corte de duas viagens diárias, reduziu os custos de deslocamento e atraiu novos negócios e investimentos.

REVERBERAÇÕES: Forneceu um poderoso símbolo de inclusão e integração de populações marginalizadas em uma cidade moderna e serviu de modelo para outras cidades latino-americanas.

SARSAIem Dar es Sallam, Tanzânia:

Projeto da Organização sem fins lucrativos, Amend, que está ajudando a aumentar a segurança viária para crianças que caminham à escola,melhorando a infraestrutura da das calçadas e mudando o comportamento de motoristas, ciclistas e pedestres. O programa se espalhou para cidades em quase uma dúzia de países da África subsaariana.

A GRANDE IDEIA: Intervenções de infraestrutura na estrada criam viagens mais seguras para escolas em áreas de alto risco localizadas em megacidades africanas.

IMPACTO EM MUDANÇA DE VIDA: Mudanças simples e de baixo custo reduzem de forma significativa as lesões causadas pelo trânsito e as taxas de mortalidade dos estudantes.

REVERBERAÇÕES: Demonstrou aos governos em mais de uma dúzia de países que melhorias em infraestrutura que salvam vidas em torno de escolas de alto risco são eficazes, populares e acessíveis.

SWaCH EM Pune, Índia

A primeira cooperativa de catadores de lixo da Índia não só está ajudando a expandir a coleta de lixo de porta em porta para todos os moradores, mas mostrando às cidades como incorporar trabalhadores informais a uma moderna economia híbrida.

A GRANDE IDEIA: Preencher eficientemente uma lacuna de prestação de serviços municipais formalizando alguns dos trabalhadores mais vulneráveis ​​de Pune.

IMPACTO NA MUDANÇA DE VIDA: A coleta de lixo porta-a-porta se estende a dois terços da cidade, incluindo assentamentos informais que anteriormente não tinham nenhum.

REVERBERAÇÕES: Um modelo para organizar a coleta de lixo e formalizar os trabalhadores informais em cidades de rápido crescimento que inspiraram replicação e legislação nacional.

Entroncamento de Warwick em Durban, África do Sul

A organização sem fins lucrativos Asiye eTafuleni está trabalhando ao lado de autoridades municipais e fornecedores informais para resistir ao redesenvolvimento e transformar cooperativamente a área de mercado mais vibrante da cidade.

A GRANDE IDEIA: Mudou o projeto físico e simbólico de Durban através da co-criação de espaços públicos por instituições formais e informais.

IMPACTO EM MUDANÇA DE VIDA: Melhorou os meios de subsistência e as capacidades dos vendedores informais e aumentou o acesso a produtos a preços acessíveis, ao mesmo tempo que criava uma cidade mais culturalmente receptiva aos seus residentes.

REVERBERAÇÕES: Influenciou outras cidades onde os mercados informais e os espaços públicos são a espinha dorsal do comércio local para encontrar um caminho inclusivo para uma moderna economia híbrida.

Saiba mais sobre os projetos finalistas

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s